CAPPUCCINO

Humor, Esporte, Informação e Novidades

Lágrimas de um projetor

Postado por Luck 3 de março de 2011


“Os Brutos também amam, assistem filmes, e choram.”


Existem diversos filmes que nos fazem rir, indo do pequeno sorriso ao canto da boca seguido por “hum, hum”, até as verdadeiras gargalhadas absurdamente sonoras. Existem também aqueles que nos incomodam, negativa ou positivamente, nos deixando inquietos, seja pelo desconforto de alguma idéia apresentada ou por suas imagens que chocam.
Mas poucos conseguem nos emocionar ao ponto de chegarmos ao pranto, às lágrimas. É claro que isso pode variar de acordo com o próprio sistema emocional de cada indivíduo ou até mesmo da identificação ou não do espectador para com a história contada. O fato é que o choro é o pico mais alto onde um filme pode nos levar, o momento máximo do envolvimento da plateia com a obra em si. Algumas pessoas chegam até a associar imediatamente o “filme em que mais choraram” como seu “filme predileto”, por vezes precipitada e exageradamente, outras nem tanto. Existem, porém, aquelas que optam por esconder tal ação (na maioria, homens), seja por vergonha, orgulho e etc. Cabe a mim, como homem e eterno apaixonado pela sétima arte, dizer aqui, que não acho nada vergonhoso chorar ao assistir um filme, seja por uma cena, uma música, uma interpretação, uma história, um desfecho, um detalhe ou por um misto de tudo. Vergonhoso é se emocionar, e fingir que o que bate interiormente de si é uma britadeira, e não um coração.

Feita a admissão de que sou um completo chorão com o cinema (risos), vamos à algumas pequenas análises dos 5 filmes que mais me emocionaram/fizeram chorar. Vale lembrar que é uma lista extremamente pessoal, ou seja, só porque eu me emocionei com tais obras, não quer dizer necessariamente que o mesmo acontecerá com você. Além é claro, que serão citados filmes deixando um pouco de lado a parte técnica em si, pois o importante aqui será o coração e o sentimento presente nas histórias e não somente a qualidade da filmagem. Porém, nesse caso, lhes indico todos.


5º - A Vida é Bela, 1997 (Direção: Roberto Benigni)


Mágico, é a melhor descrição. A pureza contida é tão forte que chega a ser inacreditável que um homem, infectado como ele o é, tenha feito esse filme. Destaque imenso para a grande atuação de Roberto Benigni (também diretor do longa), iluminado em seu papel e, aqui, lembrando muito Charles Chaplin. Uma obra com toque divino dos céus, contando a mais podre das histórias, a da guerra. A Fantasia pra destruir a dura realidade, a inocência contra a maldade, o amor sobre o ódio. Impossível não se emocionar! | Trailer

4º - Magnólia, 1999 (Direção: Paul Thomas Anderson)


Nove situações terminais para serem contadas, nove pessoas perdidas a serem encontradas. Pétalas de uma mesma magnólia, desabrochada e encarando o céu em busca de respostas. Um final intrigante, com referências ao livro bíblico de Êxodo, e que funciona, junto às canções de Aimee Mann presentes na obra, como alimentador da esperança na raça humana. Lágrimas cairão como uma forte chuva repentina. | Trailer

3º - O Curioso Caso de Benjamin Button, 2008 (Direção: David Fincher)


Filosofia pura. Baseado em um conto homônimo datado de 1921 sob a autoria de F. Scott Fitzgerald, O Curioso Caso de Benjamin Button é a história de um homem anormal por “envelhecer ao contrário”, porém, comum por não poder alterar ou parar o tempo, mesmo que esse haja de maneira diferente com ele. Um filme reflexivo e poético para se analisar intensamente a passagem de nossas vidas e mostrar que cada um, tem sim, um objetivo nela. A vida seria infinitamente mais feliz se pudéssemos nascer aos 80 anos e gradualmente chegar aos 18. Ou não. | Trailer

2º - Dançando no Escuro, 2000 (Direção: Lars Von Trier)


Um musical imaginário criado na mente da protagonista, Selma, pra servir como uma válvula de escape, e disfarçar sua realidade trágica. Intenso, da confusão de cores com som instrumental em sua cena de abertura, ao lento subir da câmera em seu desfecho silencioso. Uma denúncia do diretor aos norte-americanos, taxados aqui como aproveitadores, e ao ser humano em si, impuro e cruel em sua essência mais obscura. Um filme que traz lágrimas para podermos purificar nossas vistas, e assim, enxergar luz na escuridão. | Trailer

1º - A Felicidade Não Se Compra, 1946 (Direção: Frank Capra)


Um filme natalino sem Papai Noel, simples e motivador. Feito para acharmos um caminho, um propósito e nosso lugar em meio à imensidão. Mais que um filme, um abraço acolhedor de um amigo nos dizendo “conte comigo”. Trazendo uma das mensagens mais lindas de todos os tempos na história cinematográfica e, um final feito pra desidratar qualquer coração mole de tanto chorar. | Trailer



E você, já se emocionou com um filme a ponto de derramar lágrimas? Esqueça a vergonha, e comente abaixo quais foram aqueles que realmente conseguiram tocar seu coração. Até o próximo “chororô”.

50 comentários

  1. Hugo Martins Says:
  2. Já chorei com muitos filmes(destaque para Sempre amigos, I am Sam e o citado A vida é Bela)...
    Adorei o assunto!!!
    Parabéns!!!

     
  3. Luck Says:
  4. Valeu.
    "Sempre Amigos" é um clássico com certeza muito emocionante. Muitas kágrimas derramadas na sessão da tarde, rs.
    Ah, e um dia ainda assisto "I Am Sam" ...

     
  5. @tnv_vnt Says:
  6. Concordo plenamente muitos filmes já me fizeram chorar entre eles o citado "O Curioso Caso de Benjamin Button" quem não chorou vendo um filme um dia ainda vai chorar.
    Ps: Se tiver um coração!!

     
  7. Luck Says:
  8. kkkkkkkkkkkk
    Concordo.
    É como eu digo, existem filmes que se a pessoa não chora tem que rasgar a carteirinha de ser humano!
    UAHSUAHSUAS

     
  9. Jennifer Says:
  10. Um filme triste, mas que me emocionei bastante ao assistir foi Doce novembro;Outro filme que também mexeu comigo, não sei exatamente o porque,foi Closer, perto demais.
    parabens pelo blog!!

     
  11. Luck Says:
  12. "Doce Novembro" eu ainda não vi, mas quero muito.
    Já "Closer", nossa, faço minhas suas palavras, mexeu comigo demais. Muito Lindo!
    A cena final então, com o cara andando e tocando de fundo "Blower's Daughter" ...

     
  13. @oyuritwita Says:
  14. Não vejo problema em chorar com um filme, uma música, etc, só em alguém ver(-NNNN!)!
    O cinema é a arte que mais se aproxima da representação da realidade (sério Yuri? rs), por isso é normal passar uma quantidade de emoção à platéia!
    Eu choro mesmo, assumo, e não escondo!

     
  15. Quase chorei por ler. Todos os filmes citados me marcaram muito e me fizeram chorar. Tudo bem que sou uma chorona de plantão, mas esses filmes realmente tocam *-*

     
  16. Luck Says:
  17. E eu, é claro, chorei escrevendo. u_u kkkkk

     
  18. TuttyXP Says:
  19. Ameiii, eu já vi alguns desses filmes, e devo dizer que chorei muito, mas tbem nem ligo de chorar, isso prova que o filme é bom. *_*

     
  20. @cezar_comz Says:
  21. É bem verdade isso que você escreveu. Já tiveram filmes que eu segurei pra não chorar e foram os melhores. Esses são os que marcam a nossa memória, e se serve de exemplo, tem o "A Vida é Bela" que é repleto de sofrimento e inocência, um dos mais tristes que já vi.

     
  22. Gostei muito do texto. E concordo tem filmes que é impossível ver e não chorar, e justamente esses filmes que mais marcam nossa vida..
    Gostei muito do texto.. ;)

     
  23. artur Says:
  24. nao posso falar sobre "a felicidade nao se compra" mas dancando no escuro é simplismente lindo.é bem "chorável"

     
  25. meu chorei litros com "O Curioso Caso de Benjamin Button" e com "PS eu te amo" e muitos outros...as vezes choro até em filme de comedia ¬¬' ...mas enfim o pst esta OTIMO parabens Lucas, meu quase primo *-*

     
  26. Já me emocionei com vários filmes, mas um que com certeza vai ficar marcado é "O Menino do Pijama Listrado" pois até hoje quando lembro daquelas cenas meus olhos enchem de lágrimas. Ainda não assisti nenhum dos filmes citados acima mas esse texto despertou minha curiosidade!

     
  27. marcos Says:
  28. É Dificil eu chorar em filmes, mas alguns não tem jeito tais como: Ponte para Terabítia, IA - Inteligência Artificial, entre outros.

     
  29. Luck Says:
  30. "A.I. - Inteligência Artificial". Cara, como eu chorava naquele final. O filme é uma fábula muito linda :D

     
  31. Ah Lucão, seu coração de manteiga ! Você ja esta cansado de saber que escreve muito bem. Ótimo texto. Mas não gosto de filmes que me façam chorar.

     
  32. Danih Says:
  33. Adorei o texto e as dicas de filmes
    Vou aproveitar o feriado para ver alguns ;D

    Quando era criança sempre chorava com "À espera de um milagre". Acho que por isso nem gostava muito.

     
  34. Luck Says:
  35. Danih, criou trauma com o filme né ? kkkkkk
    "À espera de um milagre" é demais, e não entrou nessa lista por MUITO pouco ._.

     
  36. Como boa chorona que eu sou , Adorei seu texto ! Eu choro lendo , escrevendo , ouvindo musica e claro assistindo filmes... Chorei com os filmes citados A Vida é Bela e O Curioso Caso de Benjamin Button.

     
  37. Ninastolé Says:
  38. Quase nem choro vendo filmes. n- uhahus
    Nossa já me emocionei com diversos filmes, entre todos eles um dos meus preferidos foi "Uma prova de amor".
    Acho que os filmes que chegam mais proximo da realidade nos emociona mais, principalmente quando vem com um "Baseado em fatos reais". Mas tenho que confessar que sempre que assisto "A.I. - Inteligência Artificial" choro litros aqui. haushas

     
  39. Luck Says:
  40. Tu tem nem cara de quem chora em filmes, Marina, que surpresa u_u kkkkkkkkk

     
  41. Bom texto, gostei. Tenho que confessar que sou um manteiga derretida vendo filmes :S. Dos filmes que listou não sei se chorei, talvez em "A vida é bela" ótimo filme.

     
  42. Adorei as dicas *-*

    Já chorei com Bambi HUSHAUSHAUHS E morro dos ventos uivantes <3

     
  43. Luck Says:
  44. Chorar em Bambi é clássico kkkkk

     
  45. KARLÁH Says:
  46. Nossa eu chorei de mais assistindo os citados 'A Vida é Bela'(quase chorei vendo o trailer também) e 'O Curioso Caso de Benjamin Button'!
    Me lembrei de um que quando assisti disse que era meu favorito, chorei sem parar 'Forrest Gump'!!

     
  47. Luck Says:
  48. "Forrest Gump" é outro que não entrou nessa lista por muito pouco. Tava na minha seleção de 10, mas nessa não entrou :/
    Com "A Vida é Bela", é só eu ver o poster/capa do filme ou ouvir a trilha que já começo a chorar, sério u_u kkk

    Olha isso cara http://migre.me/3ZSW3 LINDA DEMAIS!

     
  49. A vida é bela é um filme realmente difícil de segurar às lágrimas, texto muito bem escrito tá de parabéns (:

     
  50. Gabriel Says:
  51. Acho que você enfatizou muito bem o sentido que o cinema falado tem. Muitos atores atualmente pensam na fama, ou em brilhar como ator. Mas esquece a essência. Musicais são uma forma que me faz tocar. Dreamgirls é um exemplo sublime. Harmonias ótimas e musicas que elevam os sentimentos. São exemplos que fazem ser um bom começo para leigos em crítica de obras. Sempre quando assito algo tento ver a mensagem da obra. Ela traz a essência da filmagem, se você sentir algo por algo que você viu, não importa o sentimento significa que o objetivo da arte foi alçancado. Ação interna e ação externa nunca se coincidem, mas quando o impossível acontece translide numa enorme irradiação

     
  52. Luck Says:
  53. Concordo. E é como eu disse, no ponto máximo do envolvimento do filme com o espectador, as lágrimas caem, o que é a conversão de toda essa sensação que a obra nos provoca.

     
  54. Kelleni Says:
  55. Assim não vale ... me vejo na obrigação de deixar a valentona em mim de lado por alguns minutos(Que nenhum garoto cujo qual eu já bati leia isso)

    Poxa chorar em filmes é comigo mesmo: Click, Titanic(classico de todo chorão comum), Branca de Neve (sim eu chorei quando a bruxa morreu), eu chorei até em castelo rá-tim-bum, Toy Story 3 ... se eu fosse falar de todos os filmes em que eu chorei acabariam os bits do processador.

    Mais uma vez eu digo, cara vc nasceu pra isso, por mais que seja difícil o caminho que você escolheu eu tenho certeza que você consegue, você tem capacidade pra chegar aonde você quiser, só tenha fé e agarre as oportunidades quando elas chegarem...mas até lá juízo é primordial para não cair nas amardilhas da vida

    ps:Nossa meio longo nem sei se você vai ter pasciencia pra ler td isso xP

     
  56. Luck Says:
  57. Chorar em castelo rá-tim-bum? Tá, você venceu u_u
    kkkkkkkkkkkk
    Toy Story 3 com aquele final é de rasgar o coração.

    Obrigado pela força Kelle. Sim, é difícil, mas eu vou correr atrás, com os pés no chão, mas vou tentar alcançar '-'

     
  58. Olha eu sou bem chorona , ja chorei até no filme do sherk , quando ele se separou da Fiona (háaaaaaa)
    Ja Assisti " Avida é Bella " , e "o curioso caso de Benjamim Button "
    Chorei nos dois , e vou assitir os outros tbm , estou curiosaa :D
    muito bom seu blog , e vc escreve muito beem :D

     
  59. Luck Says:
  60. Fico feliz que tenha gostado do texto e se interessado pelos filmes. Esse é o propósito, e indico todos de verdade, sem ressalvas.

     
  61. Faby Says:
  62. Oi Luck, gostei muito da sua coluna. Você escreve muito bem sobre a sétima arte =D.Parabéns!
    Muitos foram os filmes que me fizeram chorar, mas vou listar apenas 5:
    1º-Jesus
    1º-À espera de um milagre
    1º-Gladiador
    1º-Olga
    1º-Ghost-Do outro lado da vida

    P.S.:Todos me fizeram chorar com a mesma intensidade. xD

     
  63. Salve Luck! Estou gostando muito da sua coluna!
    Aí vai meu Top-5 dos filmes que mais me emocionaram:
    5º Gladiador
    4º Amistad
    3º Papillon - o homem que fugiu do inferno
    2º Coração Valente
    1º O Óleo de Lorenzo

     
  64. Luck Says:
  65. Obrigado pelos elogios, Faby e Charles, espero que continuem acompanhando, tanto o blog como a coluna.

    Ghost é um clássico que sempre me faz chorar, não tem jeito. kkkk

    Coração Valente então, meu deus, me arrepio só de lembrar daquele discurso final do William Wallace sobre a liberdade > http://migre.me/4057h

    "They can take our lives, but they can never take our freedom!"

    ÉPICO.

     
  66. Raye Says:
  67. legal :B

     
  68. Adorei o post ^^ e eu me indentifiquei muito com voce, porque se tem uma coisa que eu faço assistindo filmes,seja qual for o genero, è chorar em pelo menos alguma cena que me toque o coraçao. Gostei muito do texto, parabens

     
  69. Anônimo Says:
  70. A Vida é Bela é um filme ridículo. Ganhou o Oscar por politicagem! Se fosse feito no Brasil diriam que era um filme ruim.

    M.M.

     
  71. Anônimo Says:
  72. Há, e Ghost não é nem de longe um clássico. Aí não Lucão, continue assim você é dos bons!!!!!!

    M.M.

     
  73. Gustavo H.R. Says:
  74. Não sei se eu seria macho o suficiente para não segurar o choro numa sala de cinema. Mas, se eu tivesse visto A VIDA É BELA num cinema, todos os outros teriam se afogado com minhas lágrimas.
    DANÇANDO NO ESCURO também é de dar nó na garganta.

     
  75. Luck Says:
  76. hahahaha
    O mesmo comigo, nenhum desses filmes eu vi no cinema. Talvez tenha sido melhor assim, pro bem geral da nação. Inundações aconteceriam, rs.

    Gustavo, concordo com essa sua última frase.

    DANÇANDO NO ESCURO também é de dar nó na garganta.[2]

     
  77. "A felicidade não se compra" realmente é emocionante. Agora poucos filmes fizeram eu chorar compulsivamente como "Vidas Secas". "Central do Brasil" é outro filme que também pode provocar muito choro!

     
  78. Says:
  79. Oi, Lucas, obrigado por participar a existência deste espaço. Legal. Meu objetivo no "Cine" e no meu blog é justamente trocar impressões e indicações para novas aventuras emocionais proporcionadas pelo cinema. Anotei alguns daqui para assistir: "A vida é bela" (não assisti por preconceito, tenho aversão a oba-oba holywoodiano), "Magnólia" e "Dançando no escuro". Não assisti ao "Vidas secas", que o Júlio mencionou, mas li a esse primor de obra. Acho que vou inclui-lo na lista. Abraços!

     
  80. Luck Says:
  81. Não tenha preconceito cara. A Vida é Bela é um filme ITALIANO. Tudo bem, ganhou o oscar e tal, daí caiu nas graças americanas. Mas isso não diminui de maneira alguma o tamanho e poder da obra. Na verdade a vitória dele, em minha opinião, foi merecida, e serve de reconhecimento para o talento de Roberto Benigni.
    Magnólia e Dançando no Escuro são filmes totalmente atípicos e que são inesquecíveis, com toda certeza.

     
  82. claudio Says:
  83. Choro em muitos filmes, inclusive chorei vendo A Felicidade não se Compra tb...ótimo top.

     
  84. Ótima postagem, "A Felicidade não se compra" é realmente um dos filmes mais emocionantes já feitos e não merece outra posição. Mas faltaram mtos filmes emocionantes aí na lista, como "Um Sonho de Liberdade", "A Lista de Schindler", "À Espera de Um Milagre", entre outros.

     
  85. Anônimo Says:
  86. Nunca chorei tanto em um filme como em "Dançando no Escuro". Chegou a tal ponto que eu não conseguia asssistir mais, por que as lágrimas escorriam incansavelmente. Um dos mais emocionantes filmes que já assistí. o "O Curioso Caso de Benjamin Button" também me fez chorar. "O Segredo de Brokeback Mountain" também foi muito tocante pra mim. Eu não tenho vergonha de chorar não. Se fosse no cinema, choraria também! Muito bom o blog! Adorei!

     

Postar um comentário

Seguidores

Twitter